CHILE – QUE TAL?

Por Vanessa Santana

O chile possui um território riquíssimo, que lhe possibilita vivenciar a natureza em suas múltiplas formas, seja pelas suas montanhas de neve, pelos seus vulcões, pelo deserto ou pelo mar. Você pode gozar de experiências únicas, que vão mexer com seu imaginário e seus sentidos, por isso, escolhi falar hoje sobre dois atrativos que proporcionam experiências sensoriais singulares aos seus visitantes, que são o Valle Nevado e o Deserto do Atacama.

Quem nunca sonhou em conhecer a neve? O Valle Nevado, localizado há poucos quilômetros de Santiago no Chile é uma excelente opção para curtir essa experiência e o melhor período para visitar o local é entre final de junho a final de setembro. Vale ressaltar, que para chegar lá você enfrenta um turbilhão de curvas, em uma estrada bastante sinuosa, por isso é recomendável contratar um serviço de transfer. Porém, todo esforço é recompensado pela beleza da Cordilheira dos Andes e pelos impagáveis momentos que você terá, já que tanto iniciantes, como profissionais do esqui ou snowboard contam com toda infra-estrutura para prática dessas atividades, tais como: Profissionais treinados para orientação dos visitantes, aluguel de roupas e equipamentos necessários.
Para quem opta por fazer um passeio bate-volta, a aventura se inicia pela Curva 17, local em que os visitantes podem acessar algumas lojas, comprar tikets para as atividades, alugar equipamentos e acessar o teleférico que transita sobre as pistas de esqui presentes no local. Já quem se hospeda, tem a oportunidade de experimentar uma piscina aquecida ao ar livre com vista privilegiada para Cordilheira dos Andes, além de desfrutar de um happy hour com comidas e bebidas no final da tarde. Agora, imagine-se numa cena de filme, cercado de neve por todos os lados em uma paisagem de tirar o fôlego!
Em contraponto ao Valle Nevado, temos o Deserto do Atacama, localizado ao Norte do Chile, um lugar de visitação imperdível, que atrai milhares de visitantes do mundo, especialmente quem gosta de aventura e novos desafios! Pois lá você vai enfrentar calor e frio, subidas e trajetos de difícil acesso em que extremos e superlativos fazem parte do cenário, já que esse deserto é o mais alto e mais seco do planeta e apresenta temperaturas que variam abaixo de 0 a 40°.
Para chegar ao Atacama, partindo de Santiago, o visitante pode ir de avião em um voo que tem duração média de 2 horas ou mesmo pode optar por ir de ônibus, em uma viagem mais cansativa que dura em torno de 24 horas, mas que te oportuniza ir contemplando a paisagem do Oceano Pacífico de um lado e Cordilheira dos Andes do outro. Para explorar melhor esse destino, sugiro que reserve alguns dias, na chegada, você deve se hospedar em San Pedro do Atacama, um pequeno vilarejo, com pouco mais de três mil habitantes, que sobrevivem do turismo da região. Nesse local, você vai encontrar hospedagens acessíveis a todos e um verdadeiro refúgio no deserto.
Você pode iniciar seus passeios, pelas Termas de Puritana, atrativo situado dentro de um cânion, localizado há cerca de 30 km de San Pedro de Atacama, onde existem oito piscinas termais de águas quentes e transparentes em que você pode se deliciar. E ao entardecer, pode realizar um tour pelo Valle de la Lunna e Valle de la Muerte, um dos atrativos mais próximos ao vilarejo. O vale da lua, possui esse nome em referência a sua semelhança com a superfície lunar, um lugar composto por sal, argila, clorato e outros minerais que lhe dão contornos exuberantes e singulares.
A primeira parada desse passeio acontece na pedra do Coyote, um mirante que serve para observar a imensidão e beleza do valle. Na sequência você passa pelas cavernas de sal, trecho que exige certo preparo físico já que em alguns momentos do trajeto você precisará andar agachado e passar em lugares bem estreitos e em seguida passará por esculturas naturais batizadas por Anfiteatro e Três Marias, ao final do tour você terá a oportunidade de ver o incrível pôr-do-sol no Valle de la Muerte, local composto por cânions e dunas, onde também se tem uma vista privilegiada do vulcão Lincancabur.
No dia seguinte, você pode optar por conhecer as Lagunas Altiplânicas, um dos lugares mais mágicos do Atacama, localizado na Reserva Nacional Los Flamencos. Para chegar lá você enfrenta um trajeto de cerca de 115 km, desce na entrada da reserva e caminha em direção as lagunas. Na primeira parada você encontra duas lagoas geladas: Miscanti e Miñiques, em um local que parece um cenário cenográfico, cercado por montanhas, vegetação dourada, pedras e águas de um azul inebriante, separadas apenas por uma faixa de terra. Após essa parada, você segue em direção ao Salar do Atacama, um lugar que encontra uma das maiores concentrações de sal do deserto, assim como a lagoa do Chaxa, onde pode curtir um pôr-do-sol incrível e ver flamingos e aves andinas que vivem no lugar.
Um atrativo muito interessante é o tour astronômico, realizado no observatório mais visitado do deserto. Lugar distante das luzes artificiais que proporciona um passeio emocionante! Pois permite contemplar a grandiosidade do céu, sua beleza e toda sua imensidão, numa experiência incrível. No primeiro momento você recebe informações sobre astronomia e em seguida com base no aprendizado obtido você passa a observar a olho nu em princípio e depois através de binóculos e telescópio os pontos cardeais, constelações e estrelas num cenário magnifico.
Outro lugar inesquecível é o Geyser del tatio, muito diferente de tudo que já viveu! Um tour que deve ser feito no último dia, pois nesse momento, seu corpo estará mais habituado a altitude, já que no local, a mesma fica em torno de 4.300 metros. E dentre as recomendações para visita, destacam-se: A necessidade de andar devagar no local e não realizar movimentos bruscos, assim como, o fato de estar bem agasalhado, vez que, durante a madrugada você pode enfrentar um frio de trincar os ossos, já que a saída para esse tour ocorre às 4 horas da manhã.
Momento em que poderá acompanhar tanto o nascer do sol, como a atividade dos gêiseres, pequenas fontes que lançam jatos de água borbulhando e vapor, atividade decorrente do contato da água com a larva localizada abaixo do subsolo, situada em uma região vulcânica, além dos gêiseres, no local há ainda uma piscina de águas termais e em seguida você poderá conhecer o povoado de Machuca, local constituído de casas rústicas e pessoas simples que sobrevivem da atividade turística. Então amigos, ficamos por aqui, na próxima edição irei explorar um pouco mais sobre esse destino surpreendente, trazendo outras novidades, aguardem!

 

Fonte da foto: https://www.alagoasnanet.com.br/v3/atacama-uma-deserto-marciano-no-norte-do-chile/

Fonte da foto:https://www.falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=31&t=13909

http://www.canalfolia.com.br

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*