PLAYGRUDE É A PRÓXIMA ATRAÇÃO DO MÚSICA PARA BRINCAR NA CAIXA CULTURAL SALVADOR

A programação do mês das crianças na Caixa Cultural de Salvador segue com agito dos bons para os pequeninos com a realização da quinta edição do projeto Música para Brincar. Após apresentação do grupo baiano Canela Fina no último fim de semana, agora será a vez do Playgrude levar música e diversão para a criançada. Ao todo, são quatro sessões, duas sábado (20) e duas domingo (21), às 14h e às 16h. Na sequência, nos dias 27 e 28 de outubro, será a vez dos paulistas do Grupo Triii subirem ao palco.

 

A proposta do Playgrude é dialogar com o público infantil através do seu universo de interesse e temas do cotidiano. O repertório traz as musicas do CD do Playgrude (indicado ao “Prêmio da Música Brasileira”), abordando assuntos como saúde, futuro, reciclagem, menina, menino, escola, amizade, entre outros que surgem a cada show, além de incluir clássicos do MPB, como Raul Seixas e Os Saltimbancos.

 

Quem conduz o show interativo do Playgrude é a cantora Marcela Bellas, junto com mais três artistas, um músico e dois atores que se misturam com as crianças a cada música, ensinando coreografias, letras e tocando instrumentos, de forma que cada apresentação é única. Todos juntos fazem o show, apertam o play da alegria e se divertem numa festa para toda a família.

 

Sobre o projeto

Há cinco anos, o Música para Brincar propõe uma programação focada no público infantil, mas que tem uma preocupação em divertir também os adultos que as acompanham. Com ingressos vendidos a preços populares, o projeto mostra uma diversidade de estilos e sonoridades, grandes clássicos do universo infantil e composições com arranjos contemporâneos para criançada.

 

“Compreendemos a música como uma ferramenta de desenvolvimento da criança e uma porta de entrada para o estímulo a vivências culturais. Por isso o projeto tem uma preocupação em pautar artistas que fazem um trabalho cuidadoso, criativo e que fortalecem a autonomia das crianças”, comenta Renata Hasselman, sócia-diretora da Multi Planejamento Cultural, produtora do evento.

 

Incentivo à cultura:

A CAIXA investiu mais de R$ 385 milhões em cultura nos últimos cinco anos. Em 2018, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, está prevista a realização de 244 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

 

A CAIXA Cultural Salvador foi inaugurada em 1999 e se situa em prédio datado do século XVII. O espaço já abrigou diversas organizações, como a Casa de Orações dos Jesuítas, e nele já trabalharam personalidades como Glauber Rocha, Caetano Veloso e Lina Bo Bardi. Após ser tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e restaurada pela CAIXA, a Casa hoje oferece ao público duas galerias de arte, um anfiteatro, um salão para espetáculos, uma sala para eventos e uma sala de oficinas.

 

Serviço     

V Edição do Música para Brincar

Local: Caixa Cultural – Rua Carlos Gomes – Centro

Data: 06 a 28 de outubro de 2018

Horário: 14h e 16h (sábado e domingo)

Atrações:

Playgrude (BA) – 20 e 21/10

Grupo Triii (SP) – 27 e 28/10

Informações: (71) 3421-4200

Ingressos: R$ 16,00 e R$ 8,00 (meia-entrada para estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA e pessoas acima de 60 anos).

Bilheteria: venda de ingressos iniciada às 9h do sábado, para todos os espetáculos de cada fim de semana

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Capacidade: 100 lugares

Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

Compartilhe essa postagem

Sem comentários

Acrescente o seu