PERSONALIDADES E ENTIDADES SERÃO HOMENAGEADAS PELO GGB COM TROFÉU ‘HONRA AO MÉRITO DA DIVERSIDADE CULTURAL LGBT’

No próximo dia 9 de setembro, o Grupo Gay da Bahia (GGB) irá oferecer o troféu “Honra ao Mérito da Diversidade Cultural LGBT” a personalidades, órgãos públicos e entidades do movimento social, que se destacaram por suas relevantes contribuições à diversidade cultural LGBT, promovendo a criação de climas favoráveis para o fortalecimento da democracia na Bahia e no Brasil.

 

Instituído em 2009, a entrega da honraria será realizada a partir das 11h, no Foyer do Teatro Castro Alves, no mesmo dia da 17ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia. Na ocasião, a soprano lírica Ana Clícia Ferreira fará uma apresentação acompanhada de viola, violino, violão e violoncelo. O Balé Teatro Castro Alves se apresentará juntamente com a cantora ao som da Suíte 2 “Rabanera” da ópera Carmen, de Georges Bizet, seguida do clássico “Conserto Para Uma Voz Só”, de Saint-Preux, Paris, 1950.

 

Entre os 30 homenageados que compõe a lista, estão o Grupo de Atuação Especial em Defesa da Mulher e População LGBT (GEDEM), do Ministério Público da Bahia, o Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB), a Instituição Beneficente Conceição Macedo (IBCM), o programa Mosaico Baiano, da Rede Bahia, o Esporte Clube Bahia e os atletas Amanda Nunes Leoa e Acelino Popó de Freitas.

 

A relação ainda conta com três órgãos públicos de ensino superior que se destacaram por instituir a política de cotas para transexuais na graduação e pós graduação: Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) e a Universidade Federal da Bahia (UFBA).

 

Para o presidente do GGB, Marcelo Cerqueira, este é o momento para reconhecer essa abertura humanista que não é privilégio, mas política pública de inclusão social. “Essas pessoas merecem estímulo porque para muitas seria impossível, dada a cruel transfobia estrutural de nossa sociedade, vencer as barreiras e fazer carreira universitária, daí merecerem reconhecimento e políticas públicas específicas que tenham outras opções de trabalho além de prestação de serviços sexuais, como sucede com 90% das travestis”.

 

Entre os homenageados, na área da saúde, destaca-se o Instituto Couto Maia, pela gestão humanizada da Dra. Ceuci Nunes e pela experiência positiva de Parceria Público-Privado em gestão da saúde, pesquisa, atenção e serviços voltados às doenças infecciosas e HIV. A realização da 17ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia é do Grupo Gay da Bahia (GGB), Quimbanda e CBAA, com apoio do Estado da Bahia, Prefeitura Municipal da Cidade do Salvador, Uber e Dois Terços.

Compartilhe essa postagem

Sem comentários

Acrescente o seu