PercPan 2017 terá duas noites de shows abertos ao público no Rio Vermelho

Cubana Omara Portuondo, Lenine, Letieres Leitte & Orkestra Rumpilezz e o baiano Baco Exu do Blues são destaques do festival que acontece de 1º a 4 de novembro

 

 

O bairro do Rio Vermelho será o cenário em 2017 para o Panorama Percussivo Mundial (PercPan), que este ano entra na sua 22ª edição. Criado pela socióloga baiana Elisabeth Cayres – com edições já realizadas também no Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Paris – o PercPan acontece de 1º a 4 de novembro, convidando o público a reverenciar, entre outras atrações, uma das vozes mais representativas da música cubana, a cantora Omara Portuondo (Buena Vista Social Club).

O evento tem curadoria e direção musical do produtor paulista Alê Siqueira e consultoria artística do jornalista e crítico musical baiano Hagamenon Brito. Já o renomado cantor, compositor, arranjador e produtor musical pernambucano Lenine participa como mestre de cerimônia e faz shows ao lado de Letieres Leitte & Orkestra Rumpilezz.

A Banda de Gaitas Brazilian Piper abre a primeira noite de música do festival, dia 3/11 (sexta-feira), às 19h30. Com 30 integrantes ativos, a Brazilian Piper é uma das maiores bandas de gaitas de fole do Brasil. Através da música, seu objetivo é educar jovens carentes da periferia, utilizando a cultura escocesa e as gaitas de fole como instrumento não apenas musical, mas de inclusão social.

Em seguida, sobe ao palco o rapper soteropolitano Baco Exu do Blues, nome artístico de Diogo Moncorvo, 21 anos, que acaba de lançar Esú, seu álbum de estréia.

A primeira noite será encerrada ao som de uma parceria musical das mais aplaudidas nos últimos anos, Letieres Leitte & Orkestra Rumpilezz e Lenine. O concerto apresentará um repertório misto de composições de Lenine, arranjadas pelo maestro e executadas pela Orkestra Rumpilezz (como “Leão do Norte”, “Relampeando”, “Do It” e “Paciência”) e repertório autoral da Orkestra, incluindo composições do disco recém lançado e premiado, A saga da Travessia.

 

 

O som forte dos tambores afro-baianos do respeitado bloco Ilê Aiyê abre a segunda noite do 22º PercPan, dia 4/11 (sábado), às 19h A atração seguinte, Dão e a Caravana Black, irá mostrar o resultado de um irresistível e dançante garimpo da black music contemporânea.

A terceira atração, o grupo Bongar apresenta cantos tradicionais do cancioneiro através de seis percussionistas e cantores que fazem parte da Nação Xambá, localizada em Olinda (PE). Na apresentação do PercPan 2017, o grupo recebe no palco os músicos da Santería, uma religião afro-cubana, cuja música é tocada com os tambores batas, que têm muitas semelhanças estéticas com as cerimônias religiosas da Nação Xambá.

Às 22h, todas as atenções voltam-se para este que promete ser o mais esperado show. Aos 93 anos, fará apresentação de encerramento do festival a cantora de bolero e dançarina cubana, com mais de 50 anos de carreira, Omara Portuondo. Vozes das mais representativas da música cubana, Portuondo foi a única mulher a integrar o grupo original do projeto Buena Vista Social Club (1997), dando voz à canção “Veinte Aos” do álbum que vendeu mais de 1,5 milhão de cópias.

 

 

ATIVIDADES SÓCIO-EDUCATIVAS

1º de novembro (quarta-feira)

 

11h – MESA REDONDA: “Ética e Integração Cultural na Música”

Local: Auditório da Faculdade de Comunicação da UFBA – Ondina

 

16h às 17h – Workshop de Produção Musical com as crianças da Rumpilezzinho

Com: Alê Siqueira

Local:  Rua Frei Vicente – Casa XVI ( antiga Ladeira de São Miguel) – Pelourinho

 

PROGRAMAÇÃO MUSICAL

3 de novembro (sexta-feira)

LOCAL: Largo da Mariquita – Rio Vermelho

 

Mestre de Cerimônia: Lenine

19h30 – Brazilian Piper

20h30 – Baco Exu do Blues

21h30 – Letieres Leitte & Orkestra Rumpilezz e Lenine

Aberto ao público

 

4 de novembro (sábado)

LOCAL: Largo da Mariquita – Rio Vermelho

 

Mestre de Cerimônia: Lenine

19h – Ilê Aiyê

20h – Dão e a Caravana Black

21h – Bongar e Santeria Cubana

22h – Omara Portuondo

Aberto ao público

 

 

Compartilhe essa postagem

Sem comentários

Acrescente o seu